Geração Y: qual a sua importância para o varejo?

Tempo de leitura: 4 minutos

Também conhecida como millennials, a geração Y é constituída por pessoas nascidas na década de 80. Inovadores, com fortes valores morais, inquietos e ambiciosos, o grupo intriga o mercado, visto que eles ocupam uma fatia importante dos consumidores.

É por isso que muitas empresas têm buscado conhecer melhor os hábitos de consumo e as necessidades dessa geração. Como esse público é bastante exigente e está antenado sobre os novos produtos, esse estudo é fundamental.

Pensando nisso, no artigo de hoje abordaremos a relação entre a geração Y e o varejo. Confira!

O mercado online

O e-commerce do Brasil obteve um crescimento acelerado de 2001 até 2015 no Brasil, segundo o SEBRAE. Esse aumento se deu principalmente pela profissionalização e maior segurança proporcionada pelo comércio eletrônico.

A geração Y teve uma contribuição importante nessa evolução. Por ser um grupo mais exigente com relação às inovações, as empresas tiveram que se adaptar à nova realidade, investindo em melhorias e, principalmente, na atração desse público.

Observe, por exemplo, a proporção que as redes sociais tomaram e a crescente geração de conteúdo. Isso é embasado no fato de que a geração Y procura conhecer bastante o produto que está adquirindo para realizar a transação.

Logo, o monitoramento e análise das informações será essencial para as empresas que desejam ganhar em competitividade, por meio de ações tanto online quanto offline. Isso graças às inúmeras “pegadas” e dicas que os millennials deixam na web, facilitando a compreensão do comportamento de consumo deles.

O impacto no varejo

O impacto no varejo é claro, pois além de terem um poder de compra muito grande nesses canais, a geração Y é constituída por pessoas que influenciam os seus pais, amigos e conhecidos.

Outra questão que vale a pena ressaltar é que esse grupo procura muito mais a personalização dos produtos adquiridos. Ou seja, prezam pela exclusividade. No entanto, não é só isso: a questão da experiência diferenciada tem sido crucial para encantá-los.

Nesse caso, quando falamos da experiência, podemos enumerar diferentes ações, como:

  • entrega mais ágil e cuidado na embalagem (no caso do e-commerce);
  • utilização de materiais sustentáveis (em referência à produção);
  • atendimento multicanal;
  • exaltação dos valores e benefícios ao adquirir determinado produto, entre outros.

Isso quer dizer que o varejo precisa se especializar cada vez mais e segmentar seu público, para que possa atendê-lo em suas demandas. Inclusive, essa mudança na mente dos empreendedores é determinante para o sucesso do negócio.

As novas configurações das lojas físicas

As lojas físicas sofreram um impacto por causa dessa nova configuração do mercado e das facilidades da compra online. Para encantar a geração Y, muitas delas têm buscado associar o mundo digital ao real, além de promover eventos com influenciadores e centros de personalização dos produtos.

Um exemplo é o da Amazon, que testou um modelo de mercearias em Seattle, nos EUA, intitulado Amazon Go. Nele as pessoas entram nas lojas, passam por um scanner com celular e a partir disso os produtos que elas retiram das gôndolas são registrados em uma conta (se ela retorná-los também), sem que para isso seja preciso enfrentar filas de pagamento. A ideia é otimizar a ida ao supermercado, tornando a experiência mais simples e puramente tecnológica.

Dicas para atrair a geração Y para o varejo

Ao longo do artigo, deu para ver alguns exemplos do que fazer em relação à geração Y. Se o seu desejo é impulsionar as suas vendas no varejo, o primeiro passo é entender o seu público-alvo e as necessidades que ele tem. A partir disso, utilize os canais que melhor se comuniquem com ele e promova um atendimento personalizado.

Aproveite o momento e ofereça facilidades dentro de sua loja física e virtual, faça com que seu consumidor se sinta atraído pelo seu PDV. E não se esqueça: procure sempre inovar, oferecer produtos diferentes da concorrência e interagir com esse público, principalmente, nas redes sociais.

Depois de conhecer melhor sobre a relação entre a geração Y e o varejo, que tal compartilhar este conteúdo nas suas redes sociais? Assim, os seus amigos também ficarão informados sobre esse assunto!