Por que reter clientes deve ser uma prioridade na sua empresa

Tempo de leitura: 5 minutos

por-que-reter-clientes-deve-ser-uma-prioridade-na-sua-empresa12053

Muito se fala sobre retenção de clientes hoje em dia, mas como a maioria das coisas, é mais fácil falar do que realizar. Vivemos em uma era conectada e totalmente global, em que nossos clientes estão sempre a um clique de distância dos concorrentes.

A grande maioria dos empresários ainda costuma se preocupar somente em avançar e conquistar espaço no mercado. Até aí, nada de errado. Ambição é muito importante em se tratado de um mercado que está cada vez mais competitivo.

A verdade é que fidelizar clientes e mantê-los satisfeitos é um grande desafio para qualquer marca, mas que é totalmente possível de se alcançar. Clientes fiéis e satisfeitos são a base de empresas de crescimento robusto e sustentável, enquanto a perda de clientes pode prejudicar consideravelmente o resultado delas. Como podemos ver, o caminho da retenção pode ser muito melhor do que sair para o mercado em busca de novos consumidores.

É claro que uma coisa não anula a outra: sempre é bom trazer novos clientes para a sua carteira. A questão aqui é o foco: você prefere estar sempre procurando pessoas para quem vender, ou gerenciar uma demanda fixa que cresce devido a uma boa reputação no mercado?

Em nosso post de hoje, descura o que representa a retenção de clientes para o seu negócio e o valor de um consumidor fiel para enfrentar tempos de crise:

Reter clientes é mais barato que captar

Em questão de investimento, fazer a retenção de clientes que sua empresa já converteu é mais barato do que captar novos clientes no mercado — os esforços para vender mais vezes para o mesmo cliente são menores em relação a novos clientes, pois a barreira do convencimento já foi rompida uma vez.

Se o seu atendimento encantou o cliente e as suas expectativas foram alcançadas, metade do trabalho já foi feito. Sendo assim, você direciona investimentos para a sua atividade principal (o seu core business), e na verdade economiza uma série de gastos para potencializar novas vendas.

Além disso, também fica mais fácil trabalhar o fluxo de caixa do seu empreendimento. Você consegue estabelecer uma certa segurança financeira – ao menos em termos de faturamento – em determinados momentos porque sabe que uma quantidade certa de clientes deve consumir no seu estabelecimento.

Retenção de clientes aumenta o Lifetime Value

Lifetime value é, em poucas palavras, a estimativa do quanto cada cliente vai gastar com a sua empresa enquanto for consumidor dela. Este indicador permite uma série de cálculos para embasamento de estratégias de marketing, logística e tecnologia, para otimizar a lucratividade da sua operação.

Quanto mais tempo um cliente passa consumindo os seus produtos e serviços, maior será o seu lifetime value — e isso só se atinge com a retenção de clientes.

Clientes satisfeitos são a sua melhor forma de propaganda

Certamente alguém já te disse que os clientes fidelizados são a sua melhor forma de propaganda. Um clichê, é verdade, mas que é real!

Garantir um serviço e atendimento de qualidade é o suficiente para que eles repercutam com familiares, amigos e conhecidos sobre o bom tratamento recebido. E o nível de alcance desses elogios e críticas é multiplicado em tempos de redes sociais, que diminuem as fronteiras geográficas. Se alguém tece bons comentários sobre a sua empresa em São Paulo, não demora muito até que moradores do Rio de Janeiro possivelmente tenham acesso à tal informação.

E o melhor de tudo é que esse marketing sai praticamente de graça! É preciso apenas que você prove aos clientes, por meio de um bom relacionamento, atendimento e serviço qualificado, o quanto eles são imprescindíveis – e insubstituíveis – para o seu negócio.

Essas são as principais razões para você investir em estratégias para reter clientes. Lembre-se de que não basta garantir um bom desempenho em relatórios de satisfação para estar seguro. Retenção não é igual à fidelização!

Mantenha-se sempre um passo à frente da concorrência, buscando ir além do aceitável e surpreendendo a sua clientela tanto quanto for possível.

Ajuda a diminuir o número de reclamações

Reter clientes significa torná-los mais satisfeitos e motivados a consumir mais. Por meio de um atendimento focado na satisfação do cliente, você reduz a possibilidade de que ele venha a abandonar a sua marca pelo produto do concorrente, ao mesmo tempo em que diminui o esforço necessário para tratar as queixas existentes, e os custos gerados por todo o processo.

Aumenta a possibilidade de oferecer melhores produtos e serviços

Manter os consumidores satisfeitos e fidelizados só tem a agregar no contexto empresarial. Com a redução de custos e o aumento da receita alcançados (principalmente pelo aumento do seu ticket médio, sintoma comum em empresas com alto índice de retenção de clientes), sobram mais recursos para se investir na qualidade do seu serviço ou na venda do seu produto. Este é um ótimo caminho para se destacar diante da concorrência e impulsionar sua marca em qualquer mercado.

A sua clientela já conhece e provavelmente aprova os serviços prestados pela sua empresa. Quer dizer: basta que o seu empreendimento ofereça o melhor atendimento possível e esteja sempre atualizado em relação à concorrência para retê-la. Apostar na retenção permite que você construa uma base sólida de clientes fiéis que sempre podem render bons lucros.

Imagine que o seu negócio tenha 100 clientes. Seria bom angariar 100 novos consumidores em seis meses? Óbvio que sim. Mas de que adiantaria se você perdesse 80 dos já conquistados? Não faria sentido, não é mesmo?

É muito mais vantajoso investir e manter a base atual, conquistando apenas 30 novos consumidores no mesmo período de tempo. Pense nisso!

Diante do que você viu em nosso post de hoje, sobre a importância da retenção de clientes, você acha que é mais vantajosa ou prefere realmente investir na captação de novos consumidores? Deixe a sua opinião no campo de comentários abaixo e traga o seu ponto de vista!